background_cinza2x.png

DO BLOG MANJERICÃO

  • John Soares

Alimentos embolorados podem ser letais

Atualizado: Jun 3

Na tentativa de evitar o desperdício de comida, muitas pessoas possuem dúvidas sobre como proceder com os alimentos embolorados.

Alguns fazem o descarte total do alimento, já outros cortam somente o pedaço mofado e fazem o consumo das demais partes.

No entanto, na realidade, há um procedimento padrão que é adotado na Food Standards Authority, a agência de Normas Alimentares do Reino Unido.

De acordo com o órgão, existem comidas que, mesmo tendo bolor, são seguras para serem consumidas.

Entretanto, em sua grande maioria, os alimentos embolorados podem ser letais. Entenda o porquê!

O que acontece caso seja feito o consumo de alimentos embolorados?

Primeiro é necessário conhecer um pouco sobre os bolores, também conhecido como mofos.

Basicamente eles são espécies de fungos que se desenvolvem em matéria orgânica e que possuem a capacidade de decompô-la.

O seu aspecto no dia a dia tende a ser semelhante a um algodão, podendo assumir tons azulados, avermelhados, esverdeados ou esbranquiçados.

Existem algumas espécies que são úteis para os seres humanos, pois servem como base para a produção de antibióticos, que são os do gênero penicillium, utilizados no combate de diversas doenças.

Além disso, como se sabe, existem outros fungos que são usados também na fabricação de alguns tipos de queijos.

Contudo, grande parte dos bolores existentes são letais a saúde, como é o caso do bolor do pão e de outros alimentos.

Logo, não adianta cortar apenas a parte mofada, pois o alimento já está todo infectado, uma vez que o fungo não fica somente na parte visível, mas a sua colônia está desenvolvida na parte de dentro do alimento e não é possível enxergá-la.

Dessa maneira, nela são encontradas substâncias toxinas, como é o caso das microtoxinas, por exemplo, que variam segundo cada espécie de fungo.

Então, caso seja feito o consumo dos alimentos embolorados, você pode apresentar:

  1. Diarreia;

  2. Alergias respiratórias;

  3. Intoxicação alimentar;

  4. Câncer.

Sabendo disso, é necessário sempre ficar atento antes de fazer o consumo de qualquer tipo de alimento.

O que não pode comer?

Como dito, existem alimentos que você nunca pode comer caso ele apresente bolor. Veja quais são!

Sobras de comidas

Alimentos que foram cozidos e contenham muita água, como ensopados, legumes cozidos ou carnes, precisam ser descartados caso apareça algum sinal de mofo, mesmo que seja apenas um pontinho verde.

Isso porque, as sobras de comidas podem ser contaminadas completamente, mesmo que somente uma parte esteja mofada.

Macarrão cozidos e grãos

A mesma regra acima se aplica aos grãos cozidos e massas, já que eles apresentam um alto teor de água na sua composição.

Geleias e compotas

Alguns especialistas dizem que é seguro descartar a parte de bolor da geleia e fazer o consumo do restante.

Porém, não é recomendado fazer isso, pois todo o alimento pode estar totalmente contaminado.

Queijos macios

Não é aconselhado o consumo de queijo cheddar, brie, muçarela, requeijão, queijo Minas e prado se apresentarem qualquer tipo de sinal de bolor.

Afinal de contas, por terem bastante água e serem macios, as bactérias podem contaminar o alimento com bastante rapidez.

Pães

Os pães, quando são alimentos embolorados, também não podem ser ingeridos, pois toda a parte interna pode estar contaminada.

Nozes

As nozes são excelentes lanches, mas que devem ser conversados para serem consumidos.

Caso surja mofo, o recomendado é não fazer a ingestão do alimento, pois as nozes são naturais e não possuem conservantes, o que significa em muitos mais riscos de apresentar bolor.

Frutas e hortaliças macias

Qualquer alimento com muita água e macio, como tomate, pepino pêssegos, por exemplo, devem ser descartado caso apareça mofo.

O que pode ser consumido com CUIDADO?

Por sua vez, existem alguns alimentos embolorados que podem ser consumidos, mas com bastante cuidado. Veja quais são!

Queijo duro

Quando o queijo padano e parmesão apresentam pequenos pontos de mofo, somente na superfície, é improvável que ele tenha se penetrado em todo o interior do alimento.

Desse modo, nesse caso, você pode remover a parte mofada com a faca, em torno de 2,5 cm em torno dela.

Assim sendo, uma vez descartada parte infectada, utilize um novo plástico ou recipiente para guardar o queijo.

É preciso lembrar que a Sociedade Americana de Queijo aconselha que esse alimento seja guardado em uma temperatura entre 1 a 7 graus, assim como os vegetais e verduras.

Salame duro e presunto curado seco

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, é aceitável que salame e presuntos curadas, armazenados em temperatura ambiente, apresentem pequenas manchas de bolor na superfície.

No entanto, para fazer a ingestão desses alimentos, você deve retirar a parte com mofo totalmente e fazer o consumo somente da parte interna, que não foi atingida pelo fungo.

Vegetais e frutas firmes

Embora não seja recomendado fazer o consumo de alimentos embolorados como frutas e vegetais macios, é seguro consumir os alimentos “secos”, como pimentões, cenoura e repolho.

Então, caso a comida seja dura e apresente baixo teor de água, como abóbora, por exemplo, você pode remover o mofo, com uns centímetros em torno e consumir a parte sem.

Isto porque, quando frutas e legumes são firmes e não apresentam muita água, o bolor não penetra de forma profunda, ficando somente na superfície.

Queijos que sejam feitos com mofo

Queijos como Roquefort e Gorgonzola são maturados com fungo, o que todo mundo sabe, o que lhes fornecem um sabor diferenciado e especial.

Portanto, se esses alimentos já estivem embolorados no processo de fabricação, é seguro fazer o consumo.

Contudo, se eles apresentam mais fungos do que no momento da compra é melhor fazer o descarte.

Conclusão

Agora você já sabe que alimentos embolorados podem ser letais a saúde, causando danos sérios e muitas vezes irreparáveis.

Por essa razão, sempre que for fazer o consumo de qualquer produto que seja se atente a sua estética, vendo se o mesmo apresenta mofo.

Afinal de contas, em alguns alimentos você pode remover a parte infectada e fazer a ingestão dos restantes.

Entretanto, em muitos deles não é possível realizar esse consumo, como visto acima.

Leia também em nosso blog:

  1. Quanto tempo você leva para gastar o que come?

  2. Receitas com Farinha de arroz

  3. Fibras ajudam a manter o peso

  4. cuidados ao comprar produtos a granel

  5. Por que não usar óleo de palma?

  6. receita de granola caseira

  7. o que consumir no café da manhã

Gostou? Deixe seu comentário aqui embaixo e compartilhe com os amigos. Assim nos ajudar a disseminar o melhor da comida natural.

Somos uma loja de produto naturais com mais de 330 itens a granel.

Estamos localizados em São Paulo, Parque São Domingos, Zona Oeste, Pirituba.

O melhor do produto natural com qualidade, sempre dicas e receitas incríveis para uma vida saudável.

Veja nossa página de receitas e aprenda a fazer pratos simples, saborosos e com ingredientes naturais.

Certamente você não vai querer ficar fora de tanta dica incrível.

Nossa loja virtual é segura e você compra alimentação saudável, veganos, vegetarianos, feira orgânica, produtos sem glúten e sem  lactose: www.loja.emporiomanjericao.com.br.

Faça seu pedido pelo WhatsApp 11 97052-5630.

Entregamos me toda região de Pirituba, Lapa, Leopoldina, Parque São Domingos, Vila Maria Domitila, City América, Mangalo, Jardim Santo Elias,  Jardim Regina, Vista Verde, Jaraguá e Jaguará.

Quer receber nosso newsletter semanal? Clique aqui e se cadastre.

Este blog é apenas informativo e em nenhuma hipótese dispensa a consulta com um profissional especializado como

#alimentosembolorados #alimentosestragados #intoxicaçãoalimentar

1 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

SIGA NOSSO INSTAGRAM

instagram.png

PERGUNTAS FREQUENTES

#demo.question.question1#


#demo.question.question1.answer1#




#demo.question.question2#


#demo.question.question2.answer1#

  1. #demo.question.question2.answer2#
  2. #demo.question.question2.answer3#
  3. #demo.question.question2.answer4#
  4. #demo.question.question2.answer5#




#demo.question.question3#


#demo.question.question3.answer0#

  1. #demo.question.question3.answer1#
  2. #demo.question.question3.answer2#
  3. #demo.question.question3.answer3#
  4. #demo.question.question3.answer4#
  5. #demo.question.question3.answer5#




#demo.question.question4#


#demo.question.question4.answer1#