Diabetes Infantil, uma epidemia.

Atualizado: 16 de Mai de 2019

Doenças até então mais comuns em adultos agora estão cada vez mais frequentes em crianças, este é o caso do diabetes infantil.

Maus hábitos alimentares, falta de atividade física e excesso de autonomia da criança em escolher o que vai comer são os principais responsáveis pela epidemia de diabetes infantil.

Segundo a sociedade epidemiológica de diabetes surgem 70 mil novos casos por ano, no mundo, de diabetes em crianças e adolescente até 15 anos, sendo destes apenas 3% de diabetes tipo 1.

Segundo a sociedade brasileira de diabetes, há dois tipos:

Diabetes  tipo 1 – “Em algumas pessoas, o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta. Logo, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo. Como resultado, a glicose fica no sangue, em vez de ser usada como energia. Esse é o processo que caracteriza o Tipo 1 de diabetes, que concentra entre 5 e 10% do total de pessoas com a doença.” É uma doença autoimune.

Diabete tipo 2 – “Aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz; ou não produz insulina suficiente para controla a taxa de glicemia.” Normalmente causada por hábitos de vida incorreto. 

Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o Tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. Dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose.

O Tipo 1 aparece geralmente na infância ou adolescência, mas pode ser diagnosticado em adultos também. Essa variedade é sempre tratada com insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas, para ajudar a controlar o nível de glicose no sangue.

Uma alimentação não balanceada da mãe durante a gravidez pode gerar uma criança com alta propensão de diabetes, que pode se manifestar até os 20 anos.

A obesidade infantil que cresce a larga escala, média 8,8% ao ano, é um dos principais fatores do diabetes.

Recebemos com muita frequência pais assustados porque seus filhos foram diagnosticados com diabetes ou com pré-diabetes, buscando uma solução quase milagrosa.

Vale lembrar que diabetes não tem cura, quando adquirida na infância pode  influenciar o desenvolvimento físico e intelectual do jovem.

Os pais podem evitar o aparecimento desta doença não só nas crianças, mas em toda família.

Pequenas mudanças de hábitos alimentares como a diminuição do consumo de refrigerantes, massas e açúcar branco já contribuem muito.

A atividade física tão peculiar das brincadeiras infantis pode ser fundamental para evitar diversas doenças.

Os pais devem dar o exemplo na alimentação, de nada vale exigir que as crianças comam os “verdinhos” quando no prato dos pais está lotado de gordura.

Crianças não devem determinar o cardápio, nem tão pouco escolher o que vai no carrinho do supermercado. Elas não têm discernimento para tanto, mas os responsáveis por elas sim.

Ceder agora para os pequenos pode custar muito caro para toda a família no futuro.

Não permita que seu filho faça parte da estática de 16 milhões de brasileiros (segundo a OMS) que são diabéticos.

Mude agora!! Assista este vídeo e saiba mais sobre o diabetes infantil.

Leia também:

O açúcar invisível

Vegetarianismo e diabetes

Diabetes, será que eu tenho?

Fontes de pesquisa: G1, SBD


0 visualização
SIGA
  • face.png
  • insta.png
  • g+.png
  • youtube.png
Loja Parque São Domingos:

Rua Brigadeiro Henrique Fontenelle, 758

Parque São Domingos - SP - Brasil

11 2506-9343 - whatsApp 11 97052-5630

Seg – Sex 09h30 - 19h30

Sab  09h30 - 17h30

 
 

contato@emporiomanjericao.com.br

 

 

 

© Empório Manjericão

  • email.png